Notícias

Governo prevê aporte de R$ 500 milhões por ano em "novo fundo"

Cuiabá - MT, postado em 12.02.2018 às 14:15hs | Fonte: Da redação | Por: Diego Fredereci

O governador Pedro Taques (PSDB) disse que o novo Fundo de Estabilização Fiscal, proposto por ele próprio na última terça-feira (6) durante discurso na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT), deverá ter um aporte de R$ 500 milhões num período de 12 meses. A iniciativa é uma das soluções sugeridas pelo Poder Executivo Estadual para atravessar a crise financeira do Estado, que vem refletindo sobretudo nos pagamentos dos servidores e no custeio de serviços básicos – principalmente a saúde.

A declaração foi dada a jornalistas na manhã desta sexta-feira (9) no evento de entrega de bancas de feira livre padronizadas na cidade de Várzea Grande, na região metropolitana. O governador, porém, afirmou que reunirá sua base aliada na AL-MT antes de apresentar a proposta aos demais deputados estaduais.

“Já temos conversado. O deputado Botelho [presidente da AL-MT] tem nos ajudado nisso. Ele já foi na secretaria de Fazenda para se inteirar dos detalhes. Nós vamos fechar isso neste final de semana. Mas temos que conversar com a nossa base antes de apresentar para a Assembleia Legislativa. Esperamos [conseguir] R$ 500 milhões durante 12 meses”, disse Taques.

A proposta para a criação do Fundo de Estabilização Fiscal é uma das iniciativas previstas na Lei de Teto de Gastos - aprovada em novembro de 2017 pelos deputados estaduais, e que ‘autoriza’ medidas de ‘austeridade’ do Poder Executivo, como a restrição de investimentos públicos.

Durante o discurso de criação do Fundo, na última terça-feira, o governador, dirigindo-se aos representantes dos demais poderes estaduais que estavam presentes na Assembleia Legislativa – como o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), o Ministério Público Estadual (MP-MT), além da própria AL-MT -, disse que “todos” teriam de dar sua parcela de contribuição.

SALÁRIO

Uma das grandes dúvidas que tem surgido com a falta de recursos do Poder Executivo de Mato Grosso é o pagamento dos salários do funcionalismo. O governador, entretanto, aproveitou a conversa com os jornalistas para comemorar o pagamento dos salários dos servidores, que ocorreu na última sexta. Ele destacou os esforços da equipe econômica. “Os senhores não sabem o que é a alegria de cumprir compromisso”.

publicidade

Deixe seu comentário!

publicidade

Veja Também

publicidade
publicidade
publicidade

2018 - Todos os direitos reservados ao Website Servidores MT - A.A.DA COSTA PROPAGANDA - CNPJ 10.172.291/0001-59. Fale com a redação (65) 9984-1353 / contato@servidoresmt.com.br