Notícias

Sem grandes apoiadores, Taques pode desistir da reeleição em maio

Cuiabá - MT, postado em 10.04.2018 às 10:53hs | Fonte: 24 Horas News | Por: Da Redação

O governador Pedro Taques (PSDB) faz suspense, mas já deixa transparecer que pode desistir de disputar a reeleição ao Governo do Estados nas eleições de outubro deste ano. Com popularidade muito baixa junto ao eleitorado estadual, pouco apoio dos prefeitos do interior e correndo o sério risco de perder o apoio que ainda tem dos deputados estaduais, ninguém duvida que ee possa vir a desistir da reeleição e ficar no governo até primeiro de janeiro de 2019 para passar o cargo ao sucessor.

Taques não confirma que pode desistir de disputar a reeleição. Mas dá sinais que pode caminhar para esta possibilidade, desde que havia prometido que falaria sobre reeleição após a Semana Santa e agora adia como pode a revelação se será candidato.

Júlio Campos anuncia que Mauro Mendes vai disputar o Governo do Estado

O governador vem enfrentando sérios problemas para manter sua base aliada. Ele contabiliza apoio do PSB, com o deputado Max Russi na presidência, mas o partido está esfacelado com a debandada de vários líderes, a maioria tendo ido para o DEM. Aposta no PPS, que se renovou nos últimos dias, mas esquece que o partido é pequeno e, para piorar, tem apenas membros que lhe eram fieis na administração estadual.

Por outro lado perdeu forças importantes que integravam seu arco de aliança, a começar pelo PP do ministro da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento Blairo Maggi, do DEM, que nesta segunda-feira anunciou que Mauro Mendes será candidato ao governo do Estado e do PSD, onde seu vice-governador renunciou ao cargo.

Entre bacalhau e vinho, oposição lança Mauro Mendes para disputar o governo

“Não dá para esperar muita coisa de uma administração onde o vice-governador renuncia ao cargo. Este é o grande sinal de que a coisa não anda bem no governo”, declarou um democrata certo de que a saída de Pedro Taques será acompanhar a eleição através da cadeira número 1 do Palácio Paiaguás”.

Outro problema que Taques enfrenta é com o servidor público estadual. Havia prometido colocar os salários em dia já a partir de março, pagando no último dia do mês. Não conseguiu e embora anuncie que os salários serão pagos nesta terça-feira, terá de torcer para que a Sefaz consiga arrecadar o que falta para a liberação dos salários.

Com tanta dor de cabeça, Taques poderá ter uma maior ainda a partir de maio e o que pode desandar de vez qualquer tentativa de reeleição. Os deputados estaduais reclamam que não recebem, desde do ano passado, as verbas parlamentares. Todos reclamam que preciso do dinheiro para alimentar suas campanhas à reeleição. Com o cofre em baixa ninguém acredita que o Governo vá conseguir quitar a dívida. Se não conseguir, é forte o boato na Assembleia Legislativa que os deputados deixam a base aliada, a começar pelo quarteto do PSD que ainda declara apoio ao governo.

Ofertas Para Você

Deixe seu comentário!

Veja Também

publicidade

Shopping do Servidor

2018 - Todos os direitos reservados ao Website Servidores MT - A.A.DA COSTA PROPAGANDA - CNPJ 10.172.291/0001-59. Fale com a redação (65) 9984-1353 / contato@servidoresmt.com.br